República do Ruanda é o Primeiro País do Continente Africano a Produzir Smartphone

0
Tempo de Leituta: 2 minutos

O país que recebeu atenção internacional no ano 1994 após o massacre que originou a morte de cerca de 800 pessoas, hoje é o primeiro país do continente africano a produzir smartphones.

No entanto África conquistou um lugar de destaque como produtora de smartphones de alta qualidade, lugar esse concedido pela empresa Mara Group que tem a sua sede em Kigali, capital do Ruanda.

O Mara Group lançou no dia 7 de Outubro de 2019 dois modelos de smartphones com excelente performance. Os telemóveis produzidos na Republica do Ruanda  são conhecidos por maraphones.

A primeiro versão é chamada de Mara X, tem uma tela de 5,5 polegadas, e o seu valor no mercado varia de 120 à 250 francos ruandeses(130 dólares). Porém o Mara Z sendo a versão mais avançada e com uma tela HD de 5,7 polegadas, é comercializado no valor 190 dólares, apesar disto as duas marcas do maraphones têm sistema operativo android da google.

maraphone_image

Entretanto em África os smartphones da sul-coreana Samsung  compete com os maraphones, uma vez que o valor mais acessível no mercado é 54 dólares.

O valor do Maraphone segundo Director Executivo Ashish Thakkar é propositado, pois “a intenção é alcançar um público que não importa em pagar caro por um dispositivo de alta qualidade”.

Ashish Thakkar afirma que “somos o primeiro a produzir em África um telemóvel desde base, primeiramente produzimos as placas mães e depois construímos as sub-placas durante todo o processo de fabricação, no entanto cada um desses smartphones têm mais de mil peças”.

Conseguinte “investimos cerca de 24 milhões de dólares para que a empresa começasse a produzir  telemóveis com alta qualidade no mercado africano. Diariamente  produzimos cerca de 1200 smartphones”.

Logo o primeiro país do continente africano a fabricar smartphones de raiz estimula a industria do continente, pelo que dezenas e centenas de milhares de empregos são gerados a partir dessa produção

Contudo o Grupo Mara irá aproveitar do African Continental Free Trade Agreement, que é um acordo assinado por 55 nações que fazem parte da União Africana com objectivo de impulsionar o comercio no continente Africano, para gerar 3,4 milhões de dólares na união de 1,3 milhões de habitantes.

Segundo o presidente do primeiro país do continente africano a produzir smartphone, o maraphone agora faz parte dos melhores produtos produzido na África.

“Constitui um marco na jornada do Ruanda em industrializar produtos tecnológicos de alta qualidade”.

Concluindo, o presidente Kagame diz que a entrada desse produto no mercado ruandês colocará a propriedade do smartphone ao alcance de mais ruandeses.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More