Organização da ONU (UNESCO), ensinou conceitos básicos sobre programação e codificação de informática para 400 alunos do ensino médio de Moçambique

0
Tempo de Leituta: 2 minutos

Noções básicas sobre programação e codificação de informatica, foram os conceitos transmitidos para 400 alunos Moçambicanos pela organização da ONU para a Educação, ciência e Cultura(UNESCO).

Entretanto foram selecionados alunos do ensino médio de cinco escolas secundárias da região de Moçambique, esses alunos  presenteados pela UNESCO tiveram a oportunidade de apreender acerca dos conceitos básicos da informática.

A formação ocorrida no início desse mês é bastante útil actualmente, pelo que hoje em dia alguém que não tem domínio informático é considerado uma pessoa “analfabeta”.

Contudo o intuito dessa formação é de ascender o interesse juvenil por essa ferramenta de trabalho, comunicação, divulgação, etc, de modo que essa faixa etária possa contribuir melhor para o desenvolvimento sustentável e não haja pessoas com dificuldade de manejar esta ferramenta.

Portanto em homenagem a semana africana de programação que teve inicio no dia 4 de Outubro, a organização da ONU para a Educação, Ciência e Cultura formou esses alunos dos distritos de Marracuene, Muluana e Manhiça, a fim de haver maior participação feminina nessa área, pois 86% desses estudantes eram raparigas.

O programa de aprendizagem desenvolvido pela UNESCO é da autoria da  universidade norte-americana, Massachusetts Institute of Technology, que ajuda alunos a terem ideias inovadoras e a trabalhar em equipe.

Conseguinte a UNESCO  afirmou que “os alunos demonstraram entusiasmo pela oferta de ampliar as capacidades digitais do século 21”.

No mês anterior a oportunidade de desenvolver capacidades digitais, foi dos professores do Parque de Ciência e Tecnologia de Maluana, que segundo a  organização da ONU para a Educação, ciência e Cultura foi a oportunidade dos professores adquirirem conhecimentos digitais e estarem mais qualificados para eventos futuros.

Desde a sua origem até então a África Code Week  já alcançaram 4.1 milhões de jovens. O maior evento de alfabetização digital do continente africano tem capacitado diversos jovens, para gerar um impacto sustentável na aprendizagem, incutindo habilidades de alfabetização digital e codificação na camada juvenil.

Entretanto o desafio para esse ano é a organização ultrapassar 1,5 milhões de rapazes e raparigas, e cerca de 50 mil professores em 37 países.

Outro país que irá participar esse ano é Angola, que a formação realizará entre os dias 14 e 26 de Outubro.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More