Jovem Agricultor e Empreendedor Santomense “Abel Bom Jesus” Explica a sua Trajectória e Algumas Técnicas para Melhoramento e Aumento de Produção

0
Tempo de Leituta: 4 minutos

Abel Bom Jesus é um Jovem Agricultor e Empreendedor santomense, residente na zona de Mesquita e começou a trabalhar na agricultura ainda muito jovem, embora já se passaram 24 anos desde que iniciou a sua jornada como agricultor.

Quando se apercebeu que tinha talento no ramo da agricultura, não tinha condições financeira para implementar os diversos projectos que tinha em mente, portanto houve a necessidade de procurar parcerias, e felizmente conseguiu convencer um investidor estrangeiro a mergulhar no sonho que tinha, e assim conseguiu investir inicialmente uma quantia de 30 mil euros, valor este que veio do investimento estrangeiro em jeito de parceria.

Uma vez com a verba disponível, era altura de estruturar e desenvolver todo o projecto que fora inicialmente apresentado, logo inicialmente houve a necessidade de construir estufas de apoio para o desenvolvimento de plantas que iriam ser necessário para todo o projecto.

Estas mesmas estufas foram construídas algures na parcela de terreno equivalente a 1080 , que por sua vez não precisou de apoios para a primeira fase de construção das mesmas, foi necessário madeira bruta, bambu e redes plásticas, que foram elementos fundamentais para a construção das primeiras estufas de apoio a todo o projecto.

Sendo que hoje pretende mostrar que também é possível construir estufas com materiais locais, porém o Jovem Agricultor e empreendedor afirmou que não teve oportunidade de frequentar nenhuma universidade, dado que pelas circunstancias da vida outrora não permitiam tais facilidades, tudo o que sabe hoje fazer foi força de vontade e muita investigação e intercâmbio pessoal, também afirmou que qualquer pessoa que queira seguir esse ramo da agricultura tem que ter muita paciência e tempo para dedicar a profissão.

A partir daí começou a falar-nos mais do seu trabalho começando por pequenas plantações de mamoeiros cruzadas por si, que é uma variedade de plantas que não são comuns porque só atingem cerca de 1 metro e 20 cm de altura e produzem em grandes quantidades.

 

Mamoeiro

 

Com isso é de salientar que nunca podemos esquecer de alimentar a terra, como qualquer bom agricultor o Abel Bom Jesus produz na sua parcela composto orgânico com a finalidade para requalificar a terra. O composto orgânico é feito de restos de vegetais como bananeiras, capins, troncos velhos de madeira, plantas de tomateiros e outros que são aproveitados como matéria orgânica para requalificar a terra.

 

composto orgânico é feito de restos de vegetais como bananeiras capins, troncos velhos de madeira, plantas de tomateiros e outros, que são aproveitados como matéria orgânica para requalificar a terra.
Composto orgânico

 

Entretanto, falou-nos também da produção de ananás que tem na sua parcela, é um fruto que faz um ciclo de 12 meses e com água disponível o seu crescimento é bastante acentuado e produtivo.

Jovem Agricultor e Empreendedor

Porém o Jovem Agricultor e Empreendedor declarou que entre as plantas deviam existir um espaçamento de forma a facilitar o seu crescimento e evitar a concorrência através das raízes e as folhas, é um conjunto de coisas que no futuro podem não ser proporcional para produção.

 

Nesse caso entre as plantas dos ananás tem um espaçamento de um canteiro para outro,que serve de zona de passagem depositando materiais vegetal para servir de alimentos das próprias plantas do ananás.
Plantação de ananás

 

Nesse caso entre as plantas dos ananases tem um espaçamento de um canteiro para outro, que serve de zona de passagem onde depositam os compostos orgânicos para servir de alimentação às plantas.

Na mesma zona de passagem depois da colheita passa a ser zona de plantação, deixando os troncos para poderem dar novos filhos e a partir daí começa a usar a zona de plantação como a zona de produção.

Os abacaxis também têm inimigos como as pragas, as doenças que afectam a produção, por isso precisa haver cuidados com as plantas desde a fase da preparação do solo para não haver a penetração do raio solar.

O Jovem Agricultor e Empreendedor afirmou que em vez de usar uma estaca para cada tomateiro, usa uma estaca para dois tomateiros com objectivo de segurar as plantas a não partirem com o peso do fruto, para isso é necessário usar ferros, bambus e depois estica os arames fazendo um nó na planta e na medida que vai crescer vai enrolar com os arames, feito isso melhora a produção dos alimento.

Jovem Agricultor e Empreendedor
Tutoramento a fio

Contudo aproveitou para falar da técnica que é chamada de sistema gota gota, que apresenta resultados satisfatório onde mostra que não é necessário a rega convencional que é feita com mangueira nas mãos,mas sim tubos que passam por todo o lugar onde a plantação se estende, usa-se mais na plantação de tomateiros.

Jovem Agricultor e Empreendedor
Sistema gota gota

Contudo facilitando assim a vida dos agricultores há não usarem a mangueira, são essas técnicas que o jovem agricultou deixa para melhorar e aumentar a produção dos agricultores.

Visto isso o Jovem Agricultor e Empreendedor reafirmou que essas técnicas não são conhecidas, por ser a primeira pessoa a implementar-la no país, aproveitou para divulgar o trabalho.

Em suma o Abel Bom Jesus agradecido com a entrevista, que serviu par explicar as técnicas que até hoje mostra resultado satisfatório na sua parcela, todavia aproveitou para apelar as pessoas que queiram seguir o rumo da agricultura, á não desistirem pois pode haver algumas dificuldades para ser enfrentadas mas nunca desistir.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More