Dia Mundial da Casa de Banho, Importância do Saneamento para Sociedade

0
Tempo de Leituta: 4 minutos

Dia mundial da casa de banho, foi pensando no bem estar das pessoas e no ambiente que a ONU em Julho de 2003 resolveu oficializar o dia mundial da casa de banho para que todos consciencializem sobre a importância de não defecar ao ar livre e ter uma casa de banho para o efeito.

Sabia que ainda hoje existem países onde as pessoas defecam ao ar livre?! Parece ser algo inacreditável ou quem sabe até engraçado, mas este problema é muito sério e preocupante porque põe em causa a saúde das pessoas e a sustentabilidade ambiental.

Segundo a Organização Mundial das Nações Unidas são mais de 4,2 bilhões de pessoas nesta situação, isto é, são mais do que a metade da população mundial que vive sem saneamento básico.

Apesar da data ser comemora pela primeira vez em 2001 em muitos países só agora tem ganhado peso em todo mundo, conseguinte todos os anos a organização realiza actividades e discussões com a finalidade de consciencializar os governos de todos os países acerca deste assunto.

É importante realçar que a ideia de assegurar um saneamento básico e adequado em todos os países foi uma proposta feita pelo empresário cingapuriano Jack Sim a Organização Mundial das Nações Unidas.

A ausência de casas de banhos com condições necessárias significa um problema social bastante grave para o cumprimento dos Objectivos do desenvolvimento sustentável  ” o direito a saneamento “.

Alguns Países Onde Existem Falta de Casa de Banho para a Grande Maioria

Os países mais afectados pelo o problema da falta de casas de banho para a maioria da população, são maioritariamente países em vias de desenvolvimento, muitos deles por causa da sua própria natureza cultural, e outros por falta de uma gestão mais organizada e de um sistema base ou geral de saneamento.

A falta de água canalizada, esgotos, e outros meios condicionam o  saneamento básico para todos traduzindo assim em um dos principais motivos que levam a grande maioria a usarem lugares impróprios para satisfazerem as suas necessidades fisiológicas.

Embora a situação da falta de casa de banho adequada se vê em quase todos os continentes, segundo o estudo feito pela Organização Mundial da Saúde em África a situação é mais agravada, e um dos países com maior número de pessoas nesta situação é o Sudão de Sul , pelo que apenas 6,7% da população do país tem acesso a uma casa de banho adequada.

Percentagem de Pessoas com Acesso a Casa de Banho

Nestes países as populações vivem com níveis de precariedade muito elevado, ausência de um padrão de vida normal. Esses países além terem um desenvolvimento econômico muito baixo, o desenvolvimento social é algo quase inexistente o que compromete o bem estar social da população.

É da responsabilidade do estado em todo mundo satisfazer as necessidades básica da população segundo os direitos humanos, isso envolve também casa de banho com todas as condições para não correr o risco de apanhar doenças.

A Importância de Saneamento Para a Sociedade

O problema da falta de casa de banho é muito mais do que as pessoas urinarem ou defecarem ao ar livre, a  preocupação é que isso facilita a proliferação de doenças perigosas, como malária e a diarreia que afecta principalmente os mais novos.

No entanto a finalidade do dia mundial da casa de banho, é inspirar as pessoas para “enfrentar a crise global de saneamento”. Pois com um saneamento seguro, as famílias não vão partilhar a casa de banho, os excrementos não ficam em contacto com as pessoas.

Logo, a meta pode ser alcançada com instalações sanitárias ligadas a sistemas de esgoto canalizados, fossas sépticas, latrinas com ventilação ou banheiros que permitem a compostagem.

As Nações Unidas destaca que 673 milhões de pessoas ainda defecam ao ar livre. E segundo a Directora Executiva do Conselho Colaborativo para o Abastecimento de Água e Saneamento, Sue Coates, a prática “é uma afronta à dignidade, à saúde e ao bem-estar de todos, sobretudo as meninas e mulheres”.

Dificuldades Encontradas para Resolução do Problema da Falta de Casa de Banho

  • Norma Cultural de muitas sociedades defecar, urinar, e fazer outras necessidades fisiológica ao ar livre é algo normal, uma vez que nasceram e cresceram num ambiente onde viram os seus antepassados a fazerem o mesmo, logo, na sua consciência isso não irá trazer nenhum problema futuramente.
  • Investimento Continuo, apesar de gasta o dinheiro para construir uma casa de banho ou latrina em condições, ou seja, com todos os materiais necessários e a funcionar a 100%, também é necessário custear a sua manutenção e outros serviços relacionados.

Considerações Finais

Por falta de saneamento anualmente morrem cerca de 432 mil pessoas com diarreia. Entretanto as Nações Unidas acredita que devido à falta de água potável, saneamento e higiene das mãos, anualmente 297 mil crianças com menos de 5 anos morrem de diarreia.

Portanto nos países onde existem conflitos prolongados, as crianças com menos de cinco anos têm maior possibilidade de morrem com doenças relacionadas ao saneamento do que devido à violência.

Concluindo as Nações Unidas pergunta “como alguém pode sair da pobreza sem saneamento?”. No entanto a baixa produtividade causada pelas doenças relacionadas ao saneamento, custa 5% do Produto Interno Bruto, PIB, de muitos países.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More