Declaração dos direitos humanos na actualidade com Objectivo de Combater às desigualdades

0
Tempo de Leituta: 2 minutos

Em Paris, Organização das Nações Unidas, por meio da Assembleia Geral, lançou em 1948 a declaração dos direitos humanos. Esta declaração actua na busca de melhorias para a humanidade, no combate às desigualdades, nos quais determinam os direitos básicos que todo ser humano deve possuir, independentemente da raça, religião, posição social, cor, género, etc.

Há muitos anos atrás, antes da segunda guerra mundial as pessoas de baixas classes sociais, negros e escravos não tinham os mesmos direitos das pessoas de alta sociedade a nível económico, Jurídico e político,  direito ao trabalho, a paz, a liberdade de expressar e de pensar, direito a nacionalidade, a educação, a saúde, à moradia, direito a progresso, entre outros.

Os escravos eram obrigados a prestar serviços sem receber o pagamento ou um valor suficiente para as suas necessidades e relação de trabalho era ilegal, uma vez que eram vistos como inferiores. Os reis e os monarcas, não consideravam o trabalho como uma forma de relação entre os homens em sociedade e a natureza com objectivo de satisfazer uma necessidade e realizações.

Os escravos eram massacrados e violentados perante a lei, sendo que a violência é um crime e uma violação grave dos direitos humanos na actualidade.

As mulheres também eram vistas como pessoas menos capacitadas, e não tinham o mesmo direito que os homens a nível do trabalho, os serviços delas eram ficar em casa a tomar conta dos filhos e cuidar dos objectos.

Há 70 anos após a segunda guerra mundial até hoje, com mais evolução a cada dia, as mulheres estão sujeitas a fazer tudo que um homem pode fazer como a nível do trabalho e outros.

Apesar de todos avanços, e embora que a humanidade, ainda tenha um longo caminho a percorrer quando o assunto é a construção de uma sociedade humanitária e justa, onde em alguns países, algumas pessoas ainda estão sujeitas à escravidão, abuso sexual, violência e outras perseguições, a sociedade proporcionou uma providência para estes casos.

Em alguns países as pessoas cometem esses crimes legalmente como se não houvesse nenhuma lei jurídica ou constitucional para implementar esses factores.

O desprezo e desrespeito pelos direitos humanos, estão a abrangi muitas pessoas na sociedade, uma vez que ainda existem desigualdades. Cabe nós esforçar-nos, para chegarmos uma meta em que todos os seres humanos tenham os mesmos direitos perante lei, não importando os meios sociais caracterizados.

A Organização das Nações Unidas, declarou os direitos humanos com função de haver dignidade e respeito pela humanidade na sociedade, promovendo a paz e segurança.

É extremamente importante sabermos, que os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos, de maneira que possam viver num mundo tranquilo e com um futuro de garantia.

Esta declaração ajudou muita gente a garantir um futuro de sucesso na vida, a alcançar alguns métodos, ajudou também na melhoria de pensamento, e ajudou as pessoas a conhecerem prioridades dos seus direitos, mesmo ainda na luta dos mesmos, de um longo tempo para cá, comparando com os anos anteriores, as pessoas têm estado a valorizarem-se mais, não baixando a cabeça para quem os inferiorizam.

Portanto, o combate contra às desigualdades dos direitos humanos na actualidade é uma responsabilidade de toda a sociedade.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More