A Cidade Capital de São Tomé Tornou Um Caos Após o Lançamento da Obra de Requalificação

0
Tempo de Leituta: 2 minutos

Após 40 anos da independência de São Tomé e Príncipe, pela primeira vez a praça da capital de São Tomé será reabilitada. Portanto, o programa desenvolvido pelo governo visa remover o pavimento desse espaço que alberga diversos comerciantes, taxistas, motoqueiros do país. E dessa forma possa melhorar a qualidade de vida no centro da cidade do país.

Já faz tempo que o centro da cidade de São Tomé tornou alvo de buracos de grandes profundidades, águas paradas e asquerosas nas estradas e nos passeios. Entretanto, anteriormente o ministro das obras públicas, Osvaldo de Abreu recusou intervir pelo que seria desperdício de dinheiro para o país.

Segundo o jornal digital Téla Nón o Ministro disse que “Gostaríamos que entendessem que tapar buracos nesta situação é jogar dinheiro fora….e São Tomé e Príncipe não tem dinheiro para jogar fora. Pedimos um pouco mais de paciência porque vamos fazer a intervenção…aos poucos vamos fazer as coisas como elas devem ser feitas”.

Porém, hoje depois de alguns meses passarem Osvaldo de Abreu lançou o projecto de mudança profunda no centro da capital de São Tomé. Segundo o presidente da autarquia da capital, José Carvalho a requalificação será profunda.

Após o Lançamento da Obra

As obras de requalificação da cidade capital de São Tomé irá melhorar a qualidade de vida no centro do país. No entanto, desde o arranque das obras os vendedores ambulantes ocuparam a praça de táxi para assim realizarem as suas vendas.

A Cidade Capital de São Tomé Tornou Um Caos Após o Lançamento da Obra de Requalificação
Vendedores Ambulantes

Actualmente não se vê nenhum taxista ou motoqueiro no local, mas sim comerciantes espalhados pelos vários pontos da praça. As pessoas vendem e arrojam o lixo no chão sem qualquer constrangimento, urinam nos cantos da praça e as vendedoras de peixe despendem água com escamas e guelras ao chão.

A Cidade Capital de São Tomé Tornou Um Caos Após o Lançamento da Obra de Requalificação
Situação Precária

Com isso, a cidade capital de São Tomé tornou-se um caos, vendas por toda parte, engarrafamento de pessoas e noutros pontos desorganização completa dos taxistas e dos motoqueiros.

Devido á mudança imediata dos locais de trabalho, e por terem que optar ou adaptarem á outros locais novos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More