Palestra em Alusão a 45ª ano da Derrocada do Rio Burdeiro Realizado Pela Câmara Municipal de Lembá

Câmara Municipal de Lembá quebra a barreira comemorando pela primeira vez o 45ª ano da derrocado do rio burdeiro acorrido no dia 23 de outobro do ano 1974 sob o tema " O Mistério da Vida e os Seus Acontecimentos"

Palestra em Alusão 45ª ano da Derrocada de Rio Burdeiro Realizado Pela Câmara Municipal de Lembá
Tempo de Leituta: 2 minutos

Em Alusão ao 45ª ano da derrocada que ocorreu em rio burdeiro no Distrito de Lembá, antiga dependência da empresa Ponta-Figo ainda na época colonial, ocorreu no dia 23 de Outubro do ano 1974 a Câmara Municipal de Lembá preveu e realizou uma gama de actividades que culminou com a realização de uma palestra no dia 24 de Outubro do corrente ano, na sala de sessões da câmara.

A palestra teve  o seu início por volta das 9:30, subordinado ao tema ” O Mistério da Vida e os Seus Acontecimentos” que contou com a participação de algumas individualidades distritais e os alunos da escola Secundaria básica de Neves.

Para o orador, bispo da diocese” Dom Manuel António Mendes” em São Tomé e Príncipe salientou a importância desta iniciativa em prol dos sobreviventes e das  vitimas mortais e argumentando que a vida na terra deve ser vivida para honrar a Deus nas nossa caminhadas quotidianas, porque não sabemos o tempo e a hora que podemos partir deste mundo.

O trágico acontecimento marcou a história nacional e escreveu páginas de momentos trágicos em São Tomé e Príncipe, causando a morte a mais de 300 pessoas onde apenas sobreviveram 7 e que actualmente apenas 3 estão vivos.

Segundo o “Senhor Filimino” que reside em Oquê-del-Rei, sendo um dos sobreviventes já com 69 anos de idade e que na altura tinha apenas 24 anos, testemunhou tudo no alto de uma fruteira.

O mesmo perdeu a mulher que estava gravida e uma filha de criação diz ” não ter a palavras certas para expressar o tamanho sofrimento e a imensa dor pela perda do primeiro filho e dos outros familiares, presenciou de perto uma grande deslizamento de terra em forma de lama abafando todas as pessoas que estavam no local naquele momento.

“Tudo começou na madrugada do dia 22 de outobro de 1974 com uma pequena porção de lama, onde nós não demos muita importância, até por volta das 13 horas do dia 23 que uma grande rocha em jeito de lama e pedras abafou toda essas pessoas”.

Por conseguinte o vereador da a área social da Câmara Municipal de Lembá “Idumeu Lima”  em representação ao presidente da referida instituição, no uso da sua explanação demonstrou a sua indignação face a esta situação que durante década nada foi feito para salvar-guardar as memorias das vitimas mortais e dos sobreviventes, garantiu que tudo farão em prol dos mesmos para que as memórias das vitimas sejam preservadas com a construção de uma capela para celebração de missas, fazendo deste local um espaço turístico a nível distrital e nacional.

Assim a Câmara Municipal de Lembá quebra barreiras comemorando pela primeira vez o 45ª ano da derrocado do rio burdeiro ocorrido no dia 23 de outobro do ano 1974, sob o tema “O Mistério da Vida e os seus Acontecimentos”.