Banco Africano de Desenvolvimento apoia o Governo de São Tomé e Príncipe com a quantia de 8 Milhões de Euros para implementação do projecto de Energias Renováveis

0
Tempo de Leituta: 2 minutos

Desde a independência até então, o governo de São Tomé e Príncipe tem utilizado geradores eléctricos da EMAE como única fonte para gerar energia eléctrica no país, porém a partir do segundo semestre deste ano viu-se a necessidade de optar pelas energias renováveis devido a redução de fornecimento de combustível por parte da Sonangol.

A empresa de capital angolana que fornece combustível para o país, decidiu reduzir o fornecimento para 1/3 do valor que anteriormente abastecia os depósitos da Enco, e consequentemente distribuía para abastecer os geradores da EMAE e as bombas de combustível do país.

Entretanto, a redução de fornecimento de combustível para o país obrigou o governo de São Tomé e Príncipe a projectar uma nova fonte de energia eléctrica(energias limpas), pelo que tem havido frequentemente cortes de energia, uma vez que a empresa de água e electricidade consome a maior parte de combustível(gasóleo) fornecido pela Sonangol.

Contudo, o projecto em curso “energias renováveis” em São Tomé e Príncipe recebeu nesta semana o apoio do Banco Africano de Desenvolvimento, para sustentar o processo de transição do fornecimento de energia eléctrica  no país.

O governo de São Tomé e Príncipe recebeu 8 milhões de euros do Banco Africano de Desenvolvimento, e segundo o Ministro  das Obras Públicas, Infraestruturas, Recursos Naturais e Ambiente, Osvaldo d’Abreu, o montante recebido é para investir no sector de energia buscando o desenvolvimento sustentável.

Porém, uma parte do valor recebido terá a finalidade de elevar a eficácia e a eficiência do parque de geradores e outra parcela será para o financiamento da instalação do parque solar que servirá de apoio a central de Santo Amaro.

Em conclusão Osvaldo d’Abreu mencionou que, do mesmo modo uma das parcelas do valor será investida na construção da central hidroeléctrica do Rio Papagaio na Região Autónoma do Príncipe assim como em projectos de central solar.

 

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More