As Previsões de Crescimento Económico para o Brasil e a Região da América Latina e Caribe

0
Tempo de Leituta: 2 minutos

No dia 10 de Outubro do corrente ano, o Banco Mundial revisou as previsões de crescimento económico para o Brasil e a região da América Latina e Caribe, nesta revisão observou-se a situação de crescimento de alguns países da América Latina incluindo Venezuela.

A economia Brasileira crescerá 0,9% neste ano e 2% no próximo ano. Já na América Latine, Caribe e Venezuela o crescimento para este ano é de 0,8% e 1,8% no ano 2020.

Entretanto a região está numa fase de fragilidade no desempenho das suas economias, pelo que as exportações estão fracas e não há estimulo para oferta doméstica uma vez que os espaços fiscais estão limitados.

Em contrapartida as tensões comerciais entre Estados Unidos e China poderá agravar ainda mais as perspetivas para toda a região da América Latina, apesar de alguns países e grupos terem benefícios com essa rivalidade.

Um exemplo concreto são os produtores brasileiros que exportam soja para países da Ásia, que conquistaram o espaço dos norte-americanos e o México que está a frente da China como parceiro comercial número um dos Estados Unidos.

Contudo o Banco Mundial elaborou um novo relatória a informar que se a América Latina e Caribe aumentar a integração às cadeias de valor internacionais, as previsões de crescimento económico serão mais resistentes.

Porque ao longo dos anos a região tem concentrado em acordos comerciais intra-regionais, ao invés dos globais que complicam ainda mais a economia dos países em desenvolvimento.

Entretanto os estudos mostram que os acordos Sul-Norte trazem impactos positivos no crescimento.
Todavia o relatório de previsões de crescimento económico, analisa cuidadosamente o acordo realizado entre Mercosul e União Europeia em Junho de 2019. Apesar de proporcionar no geral o crescimento, este acordo não trará mudanças drásticas na maioria dos sectores e no emprego.

Contudo Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, que formam o Mercosul, crescerá em produção agrícola e pecuária.

Finalizando, o Banco Mundial realizará nesta semana as reuniões anuais com o Fundo Monetário Internacional, a fim de examinar as previsões de crescimento económico e diversos assuntos fundamentais para o desenvolvimento.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More