“2020” Será o Ano da Maratona Política Para a XVII Legislatura em São Tomé e Príncipe Chefiado Pelo J.B.J”

"2020" será o  ano da maratona politica em São Tomé e Príncipe tendo em conta algumas situações politica deixado para trás no ano anterior pela  actual maioria humanizada  e liderado pelo o primeiro ministro “Jorge Bom Jesus”.

Tempo de Leituta: 2 minutos

De acordo com os planejamentos Governamental estipulado pela XXII legislatura no ano anterior, fará de 2020 o ano da maratona política em São Tomé e Príncipe tendo em conta algumas situações política deixado para trás no ano anterior pela  actual maioria e liderado pelo o Primeiro Ministro “Jorge Bom Jesus”.

Nas  ultimas sessões parlamentares do ano 2019 o Governo apresentou agenda interna e externa onde o chefe de Estado defendeu a união e a coesão nacional de todos parlamentares para salvaguardar o país e afirmar a certeza de que o 2020 será o ano da viragem constitucional no seio da politica em São Tomé e Príncipe, que todos devem se posicionar para que o país  cogitasse e ganhar mas protagonismo internacional, com isso garantir o acréscimo económico almejado por todos.

Ao contrario desta intervenção, para alguns dos parlamentares o país tem estado a apostar nas perseguições políticas como forma de combater a crise política que o país tem enfrentado a décadas para a independência governamental e judicial.

Por conseguinte o Presidente são-Tomense, Evaristo Carvalho na sua sublime mensagem de final do ano lamentou “a  acentuada contracção política no País”, criticando de forma intransigente a Justiça no país que se transformou numa “injustiça perseguidora”, mas reconheceu freneticamente os esforços do actual governo na área económica, do novo acordo com FMI e a exploração dos dois blocos do petróleo como mais valia para o país em 2020.

No seu discurso de empossamento ficou  afirmado pelo actual Primeiro Ministro que o “combate a corrupção” será a bandeira do seu governo ladeado ao combate fiscal e a subida do IVA de 5% para 15% será uns dos factores que já fazem parte desta maratona política neste 2020.  Posto isso de parte, segunda as pesquisas São Tomé e Príncipe entra na lista dos país africano com baixo rendimento médio onde o imposto sobre  o consumo esta acima de 14%  e o salário mínimo é inferior a abaixo de 44 euros.

Propostas Governamental para o ano 2020

  • A garantia da construção e requalificação da  via de liga a capita de  São Tomé a cidade do Distrito de lembá,
  • Construção do porto pesqueiro,
  • Requalificação da marginal da capital São-Tomense,
  • Requalificação de mercado de penha,
  • Requalificação do aeroporto Internacional de STP,
  • Implementação da política publica da juventude,
  • Investimento da Promoção de Comércio e Investimento, APCI, avaliados num total de 14,4 milhões euros com garantia para mais de 700 postos de emprego,
  • Isenção de vistos com a União Europeia com o apoio de Portugal,
  • Construir um porto em águas profundas incluindo pelo menos um terminal multiusos ou polivalente que possa acomodar navios até 30,000 DWT numa primeira fase e com reservas para futuro extensão,
  • Enquadramento de grelha salarial,
  • Criação de infraestruturas resiliênte as mudanças climáticas,
  • Perfuração dos blocos 05 e 06 da zona para económica exclusiva da STP.

2020 ano da maratona politica, combate fiscal,  caça ao voto para o presidencial do 2021 na republica Democrática de São Tomé e Príncipe“.